quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Qu4tro  Décadas


Um sorriso no rosto
Um samba no pé
Um brilho no olho
Minha mãe é a mulher
Que chega na idade da loba
Com cara de menina.
Uma vida é feita de anos
De sonhos, conquistas e medos
De vitórias e pesadelos
De alegria e desesperos.
Vão dizer que estás ficando coroa
Quero ver convencer teu espírito disso 
Diz a eles que a magia do amor
Vale mais que tudo isso
Duvido que idade alguma
Apague tanta alegria
Por isso venho te desejar
Pra você sempre continuar
Nos trazendo essa energia
Que sua vida sempre seja
Uma música bem cantada
Melhor rimada que meu simples versos
Que seja como o brilho dos seus olhos
E encantadora como uma lua cheia.
Minha mãe é uma menina
Que ganha mais um ano agora
Que feliz faz os seus desde outrora
Que pro tudo agradece a Deus
Inclusive por uma filha como eu.
Mãe!
Que o sol recarregue seu brilho toda manhã,
E a lua brilhe pra você dormir.
O que hoje eu tenho para te dar
Além do amor
São esses verso de quem sabe um dia poeta
Apaixonada pelos ecantos de uma jovem mãe
Que irradia todas as arestas
E que todo dia com você
É simplesmente festa.

Cíntia Maria
Mãe feliz aniversário
13/09/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nem mesmo os clássicos poetas          poderiam narrar as madrugadas em que feliz       me abraço ao abraço dela   E agradeço a Deus ...