sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Ponteiros

Tenho perdido a noção das horas
Os ponteiros já não andam
Já nem sei quando é dia ou noite
Perdi os estímulos
Corro das paixões
Já não confio mais em ninguém
Esqueci a idade que tenho
As roupas caem do meu corpo
Já não sinto fome
Passo o tempo estudando gramática
E não consigo entender a semântica
Nem a sintaxe
Confundo-me com a morfologia
E acabo rasgando os cadernos
Rasguei também fotos de um passado recente
Larguei a bebida
Nunca fui fã de cigarros
A fé deixei em uma esquina há anos atrás
O que tenha agora são só lembranças
Do que eu podia ter sido
Do que deixei escapar.
Cíntia Maria

Nem mesmo os clássicos poetas          poderiam narrar as madrugadas em que feliz       me abraço ao abraço dela   E agradeço a Deus ...