quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O amor e a morte

O que há de mais doloroso do que a ruptura amorosa?
Talvez você me responda que é a morte, eu te direi que você está errado.
A morte é a certeza que nunca mais verá aquela pessoa, porém o fim de um relacionamento é bem mais castigante.
Tira-se seu chão, rouba seu ar, é mais fácil você conviver com algo que é o fim, do que rever aquela criatura e saber que não poderá tocá-la, abraçá-la e amá-la e pior ainda é saber que aquela pessoa vai ser de outro alguém.
O amor da sentido as nossas vidas, muda nosso sorriso, nosso olhar, nosso gosto pela vida. E quando ele se vai deixa apenas um buraco e uma dor e uma eterna sensação de vazio e tudo parece perder seu brilho e seu sentido habitual.
Por isso é mais fácil viver na certeza da morte, ela dói muito menos. 
Cíntia Maria

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A caixa de mentiras


Parei pra juntar o que sobrou de nós
Procurei por todos os lugares
Achei apenas uma caixinha
Nela estava escrito: MENTIRAS
É isso, é tudo o que me restou
Nada mais que tenha valor
Eu tola insistia em procurar
Não! Não havia nada que eu pudesse salvar
Então peguei a pequena caixa e no mar fui jogar
Que cada onda levasse pra bem longe todos os momentos ruins
E os bons?
Ah esses ainda estou a procurar...
Cíntia Maria

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Você veio me trazer luz!
Quando nada parecia ter sentido e tudo já tinha perdido o brilho, eis que surgiu você.
Ainda não sei explicar o porquê, mas ninguém consegue fazer o que você faz;
Iluminar meu dia com um sorriso.  Encher meu coração de paz,
Isso só é possível porque você vem de um lugar diferente, um local que não tem nome.
E quando você ta perto de mim eu começo a pensar que Deus talvez exista;
Porque só um ser muito superior para ter me dado a oportunidade de conhecer você,
Embora nossos mundos sejam diferentes, existe algo que é maior nisso tudo, que não se explica. E como você me diz que as pessoas são o que fazem: você me faz feliz.
E não adianta sermos racionais ao extremo, pois somos presas fáceis dos sentimentos.
Seus defeitos são menores diante do bem que você me faz.
Por enquanto não sei o motivo de você ter cruzado meu caminho, mas de certo foi pra trazer a luz.
Cíntia Maria
*um dia talvez a gente descubra...
<3

domingo, 19 de dezembro de 2010

     Na caverna

Por muito tempo fui dominada pelo Ego
E meus sentimentos sempre estiveram recalcados
Isso me impedia de ver o que há de mais belo em você
Então deixei a máscara cair
E profundamente fui te sentir
Como pude ficar tanto tempo na sombra da caverna
Se meu amor me esperava lá fora
Com você eu passei a enxergar no escuro e a sentir o cheiro de felicidade
Com você tudo tem valor de verdade
Eu aprendi a sentir
E nunca mais quero sair desse mundo que tem gosto de saudade.
Cíntia Maria

sábado, 18 de dezembro de 2010

       B(r)unita!

Dona de um sorriso que é feito de luz.
A sua beleza que a todos conduz.
Provocando mais do que o ouro ao ladrão.
Você sabe como não viver em vão.
Aristóteles diz que a beleza é a melhor carta de recomendação.
E a sua não está apenas no rosto, está também no coração.
Não é só um rosto bonito e um andar elegante.
Existe brilho em você que te faz radiante.
Não há comparação, nem explicação.
Você é a mais bela criação.

Cíntia Maria
*Para Minha Patricinha linda!
Te adorooo...
Bruna Nogueira <3

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...