terça-feira, 21 de maio de 2013


Eu que já achava que tinha tudo
Não sabia que faltava te conhecer
Garota semelhante ao que o Tom tinha prazer em ver passar
Não é de Ipanema
Mas é cheia de graça
Tem leveza na forma como caminha
Digna de um pé 36
O seu santo bateu com o meu
Tá difícil de negar
Quero me perder em seus cachinhos
E como o Caetano ter histórias pra contar de um mundo tão bonito
O sol te espera pra poder nascer
E quando chegas, traz o sorriso no olhar
Seu encanto me laçou
Já tá difícil de negar
Pequena e leve
Firme...
Sei que quando cruzas meu caminho, esqueço minha rota
Tá muito difícil de negar...
Os amigos já notam
Tu me enchendo de carinho
Vou seguindo o conselho do Lulu
‘é melhor não resistir e se entregar’
Que dure um minuto
Um dia, ou uma vida
Quero te ver passar ‘moça do corpo dourado’.
Encanto meu.

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A mulher que espera

Há impaciência em todos os seus gestos Ela caminha Pede um café Procura meus olhos,        enquanto encaro o teto pensando que nunca ser...