quarta-feira, 9 de maio de 2012


Príncipe

Ele será apenas meu
e eu serei apenas dele
Eis o que ele me propõe como único contrato da nossa relação.
Amar e ser amado
Nada pode mais querer um ser humano
Olhar nos olhos e traduzir um sentimento
Sentir que os dias se arrastam nos momentos de ausência
E correm quando estamos de mãos entrelaçadas
Ganhei da vida o que eu nem ousei pedir
E agora parece que tudo saiu do branco e ganhou cor
Profundissimamente feliz
Não vou nomear o momento
Ele é meu
E eu sou dele
E isso basta-nos para começo de história.

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...