domingo, 22 de janeiro de 2012


Naquele carnaval
Em que você se despediu de mim
Voltei pra avenida com o coração em trapos
Nossa história não podia ter terminado assim
Como um confete que é jogado ao alto.

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A mulher que espera

Há impaciência em todos os seus gestos Ela caminha Pede um café Procura meus olhos,        enquanto encaro o teto pensando que nunca ser...