domingo, 22 de janeiro de 2012

L e D


A saudade é tanta
Porém coisas banais nos afastaram
E agora o que quero é apenas ouvir a sua voz
E sei que no fundo você também quer me ligar
Usamos as redes sociais para indiretas
Com flechas que atingem o coração...
A vergonha e tanta de te dizer que me ligue
Pois, não aguento mais tamanha solidão
E ficamos os dois nesse joguinho enquanto as horas passam
Eu com medo daqui
Você com dúvidas de lá
Os amigos notam a falta em nossas palavras
E eu aqui tola não quero ousar
O sono agora te chama
E você vai dormir
E eu ficarei aqui com a mesma saudade que escrevi
A primeira linha desse texto.

Cíntia Maria

2 comentários:

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...