terça-feira, 29 de novembro de 2011

E.

Ele me oferece:
Carinho;
Beijos;
Amor;
Cuidado e atenção.
Diz que quer ficar comigo,
Diz que vai me estender a mão.
Olhinhos da cor do mar,
Ele só quer de mim cuidar.
Ele se preocupa todas as noites com a hora que vou deitar,
Deseja que eu durma bem,
Quem meus problemas vão se acalmar.
Ele só quer o meu amor,
Quer me tirar a dor e a solidão.
Vejo que a intenção é boa,
Justa e verdadeira.
Porém, esse pobre coraçãozinho poeta,
De tanto que já amou e sofreu,
Encontra-se saturado.
Esse coração tão bobo
Não quer mais arriscar.
Esse coração ferido
Em trapos desaprendeu a amar.
Não mereço os encantos teus
Só mereço a solidão
Só mereço escuridão
Não mereço nem beijos nem abraços
Não mereço ser fonte de cuidados
Nada merece aquela 
Que só amou errado.

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...