sábado, 16 de julho de 2011

            Em matéria de amor seremos eternos aprendizes.

Muitas vezes me perdi procurando encontrar o significado disso tudo que me enfeitiçava. Corria para você, quando seus braços estavam fechados. Quando não querias me acolher e descobri o que sempre lutei para não acreditar, mas, algumas coisas sempre serão verdades quer você acredite nelas ou não.
Já não éramos nós, era como se eu estivesse ali estática, vendo a minha vida passar, indo embora e o que é pior feliz como uma criança que corre para brincar na chuva. E para mim... oh ele não olhava, ele não sorria e nem acenava .
Eu não acreditava que era melhor vê-lo feliz do que vê-lo sem mim, eu o queria ali ao meu lado. E agora? O que eu digo para mim? Como eu me convenço?
Você me deixou num lugar escuro e sem chão, mas eu só queria voar... voar para ti...

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ela é o amor personificado em gestos          afagos e carícias  e enquanto ela dorme o cd da Mallu toca na tv  Tempero com amor o seu j...