domingo, 19 de junho de 2011

Laj!


Quando aquele homem me apertou
Todo meu corpo ganhou cor
Suas mãos em minhas costas
Deixaram-me sem resposta

Pedi que me deixasse
Que meu corpo não o desejasse
Quando contrariando ele ficou
Enchendo-me de amor

Seu corpo colado ao meu
Todo meu desejo floresceu
Carinha da vizinhança
Mostre-me suas andanças

Todos eu driblei pra estar contigo
Quero ser seu abrigo
Garoto dessa rua
Me leve pra ver a lua.

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ela é o amor personificado em gestos          afagos e carícias  e enquanto ela dorme o cd da Mallu toca na tv  Tempero com amor o seu j...