segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011


Culpados?



Não foi fácil te dizer adeus.
Não vou mentir dizendo que não doeu.
Lagrimas me rolavam pelo rosto,
Enquanto eu repetia pra mim,
Que amanhã você não estaria aqui.
Em vão procurei culpados no teatro de nossa vida.
E apenas achei feridas.
Corria pra não me machucar,
Eu não podia deixar você ficar,
Porque aos poucos você ia me matar.
Mentiras!
Seduções!
E jogos sem soluções.
Tudo contribuiu pra você me arrazar e
sem forças você me deixar.
Hoje me encontro a pensar em você
Com a certeza que vou te esquecer.


Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...