terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Apenas pra mim

Lembro-me da primeira vez que os seus dedos tocaram minhas mãos, junto com o eriçar dos pelos aumentou também as batidas do meu coração.
Quando seus lábios tocaram os meus, não existe ser capaz de criar tal nome para mensurar tal sensação.
Quando suas mãos deslizaram sobre meu corpo pensei enfim ter encontrado a definição da palavra felicidade.
Ah como são tolos os que amam... como uma criança me sentia ao passear com você de mãos dadas pela cidade iluminada.
E como me senti nada quando você foi embora sem dizer adeus! Até hoje vejo o mundo vazio de significados. E as perguntas que me circundam. Fui eu um mero objeto de desejo? Uma distração pra um dia sem cor.
Mas ninguém além de mim pode dizer realmente o que aconteceu entre nós.
Porque na verdade só aconteceu pra mim...

Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ela é o amor personificado em gestos          afagos e carícias  e enquanto ela dorme o cd da Mallu toca na tv  Tempero com amor o seu j...