quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O amor e a morte

O que há de mais doloroso do que a ruptura amorosa?
Talvez você me responda que é a morte, eu te direi que você está errado.
A morte é a certeza que nunca mais verá aquela pessoa, porém o fim de um relacionamento é bem mais castigante.
Tira-se seu chão, rouba seu ar, é mais fácil você conviver com algo que é o fim, do que rever aquela criatura e saber que não poderá tocá-la, abraçá-la e amá-la e pior ainda é saber que aquela pessoa vai ser de outro alguém.
O amor da sentido as nossas vidas, muda nosso sorriso, nosso olhar, nosso gosto pela vida. E quando ele se vai deixa apenas um buraco e uma dor e uma eterna sensação de vazio e tudo parece perder seu brilho e seu sentido habitual.
Por isso é mais fácil viver na certeza da morte, ela dói muito menos. 
Cíntia Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com o esteto no pescoço   saindo do plantão Ela lê meus poemas Não estão na televisão     nem no rádio Não sou grande poeta Nem mesmo ...